A serotonina é um neurotransmissor que atua no cérebro, estabelecendo comunicação entre as células nervosas, podendo também ser encontrada no sistema digestivo e nas plaquetas do sangue. Esta molécula é produzida a partir de um aminoácido chamado triptofano, que é obtido através dos alimentos. 

A serotonina atua regulando o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal, sensibilidade e funções cognitivas e, por isso, quando se encontra numa baixa concentração, pode causar mau humor, dificuldade para dormir, ansiedade ou mesmo depressão.

Uma das formas de aumentar a concentração de serotonina na corrente sanguínea é consumindo alimentos ricos em triptofano, praticar exercícios físicos com regularidade e, em casos mais severos, tomar remédios.

Para que serve a serotonina

A serotonina é muito importante para diversas funções do organismo, por isso, é importante que os seus níveis se encontrem em concentrações saudáveis. As principais funções da serotonina são:

1. Atua nos movimentos do intestino

A serotonina encontra-se em grande quantidade no estômago e no intestino, ajudando no controle da função e dos movimentos do intestino.

2. Regula o humor

A serotonina atua no cérebro regulando a ansiedade, aumentando a felicidade e melhorando o humor e, por isso, baixos níveis desta molécula podem causar ansiedade e levar à depressão.

3. Regula as náuseas

A produção de serotonina aumenta quando o organismo necessita eliminar substâncias tóxicas do intestino, como, por exemplo, em casos de diarreia. Esse aumento estimula também uma região do cérebro que controla a náusea.

4. Regula o sono

A serotonina um neurotransmissor que também estimula as regiões no cérebro que controlam o sono e o despertar, sendo que, quando se encontra em baixa concentração, pode causar alterações do sono.

5. Coagulação sanguínea

As plaquetas do sangue liberam serotonina para ajudar a cicatrizar feridas. A serotonina leva à vasoconstrição, facilitando assim a coagulação do sangue.

6. Saúde óssea

A serotonina desempenha um papel na saúde dos ossos, sendo que o seu desequilíbrio pode ter um impacto negativo. Níveis significativamente altos de serotonina nos ossos podem tornar os ossos mais fracos, aumentando o risco de sofrer de osteoporose.

7. Função sexual

A serotonina é uma substância que está relacionada com a líbido e, por isso, alterações dos seus níveis, podem alterar o desejo sexual.

Sinais de que a serotonina está baixa

A baixa concentração de serotonina no organismo pode levar ao aparecimento de sinais e sintomas, como:

  • Mau humor pela manhã;
  • Sonolência durante o dia;
  • Alteração do desejo sexual;
  • Vontade de comer a toda a hora, especialmente doces;
  • Dificuldade no aprendizado;
  • Distúrbios de memória e de concentração;
  • Irritabilidade.

Além disso, a pessoa pode ainda sentir-se cansada e ficar sem paciência facilmente, o que pode indicar que o corpo precisa de mais serotonina na corrente sanguínea.

Alimentos para aumentar a serotonina

Alguns alimentos ricos em triptofano, que servem para aumentar a produção de serotonina no organismo, são:

  • Chocolate preto;
  • Vinho tinto;
  • Banana;
  • Abacaxi;
  • Tomate;
  • Carnes magras;
  • Leite e seus derivados;
  • Cereais integrais;
  • Castanha do Pará.

Estes alimentos devem ser consumidos diariamente, em pequenas porções, várias vezes ao dia. Um bom exemplo disso, é tomar uma vitamina de banana com castanha do Pará, no café da manhã, comer um peito de frango grelhado com salada de tomate, no almoço, e tomar 1 taça de vinho tinto, após o jantar. 

Além disso podem ainda ser usados suplementos alimentares com triptofano na composição.

Em casos mais graves, em que a insuficiência de serotonina tenha um grande impacto na vida da pessoa, causando depressão ou excesso de ansiedade por exemplo, pode ser necessário tomar remédios que são receitados pelo médico.